Projeto Training&Educa

Projeto Training&Educa
Training&EducainPC
Educação e Formação em Cuidados Paliativos


Objetivos

Mapear necessidades educacionais e formativas em cuidados paliativos através de uma revisão de literatura, do tipo scoping review.
Organizar proposta de programa formativo em conformidade com as necessidades educacionais e formativas encontradas nos diferentes
estudos para profissionais que cuidam de doentes complexos.


Resumo

Em 2004, foi aprovado pelo Ministro da Saúde Português o Programa Nacional de Cuidados Paliativos. A oferta de cuidados paliativos em Portugal é ainda incipiente, inferior às necessidades populacionais, não existindo dados que suportem em rigor, as necessidades dos cidadãos portugueses aos cuidados paliativos. De acordo com os dados da International Association for Palliative Care, estima-se que, nas últimas décadas, no nosso país, existam por ano, cerca de 1000 pessoas com necessidades complexas paliativas por cada milhão de habitantes (HIT Portugal, 2017) .
A Comissão Nacional para os Cuidados Paliativos (CNCP,2017) definiu três eixos prioritários para o desenvolvimento dos cuidados paliativos. O eixo prioritário I que aponta para a definição organizacional e garantia da qualidade de cuidados; o Eixo prioritário II dirigido para a acessibilidade aos CP em todos os níveis de cuidados de saúde;
O Eixo prioritário III que se dirige para a necessidade da Formação e Investigação dos CP. (...) Sobre a Formação e Investigação, Eixo Prioritário III da CNCP , a comissão considerou de grande importância promover a formação básica em cuidados paliativos para todos os profissionais de saúde e uma formação de nível intermédio para todos aqueles que lidam com pessoas portadores de doença incurável, avançada e progressiva.
Na operacionalização desta ideia, a CNCP contatou as Escolas Superiores de Enfermagem do país, formando um grupo de análise e reflexão, com o objetivo de planear uma proposta de formação básica em CP, a propor a todas as escolas de enfermagem a nível nacional. Essa proposta foi concluída e enviada para todas as escolas do país, para a Federação Nacional de Associações de Estudantes de Enfermagem (FNAEE) e para a Ordem dos Enfermeiros.
A Formação é apontada consensualmente como o fator crítico de avanço e intervenção dos cuidados paliativos. O Conselho da Europa realçou a necessidade de existirem programas estruturados de educação, na formação de todos os profissionais envolvidos na prestação de CP para que estes obtenham treino adequado e exerçam as suas funções de forma concreta, criteriosa e culturalmente sensível.


Parceiros

Escola Superior de Enfermagem do Porto
Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
« Voltar

Pesquisa
Quem é quem?
Use esta funcionalidade para encontrar informação de contacto sobre Docentes, Funcionários e Alunos.
Sondagem