Notícias

Campanha de recolha de material escolar para a Obra do Frei Gil




Campanha de recolha de material escolar para a Obra do Frei Gil

O Grupo ESEP Solidária, em congruência com alguns dos valores da Obra do Frei Gil, nomeadamente, a Solidariedade, a Participação, a Cooperação, a Subsidiariedade, a Responsabilidade Social, a Respeito e a Igualdade, Inclusão Social e Dignidade Humana, promove uma campanha de angariação de material escolar para as crianças/jovens institucionalizados.

Aproximando-se o final do ano letivo, os stocks estão em baixa e, atendendo ao número de crianças/jovens institucionalizados, é necessário reforçá-los, pois em setembro necessitam ter tudo a postos, pelo que resolvemos, atempadamente, solicitar a colaboração de toda a Comunidade ESEP na aquisição de material escolar, nomeadamente:
  • Lápis de carvão/grafite;
  • Esferográficas azul, preta, vermelha;
  • Borrachas;
  • Afias;
  • Lápis de cor;
  • Réguas (30 cm ou 50 cm);
  • Tesouras;
  • Cola (bastão e líquida);
  • Pastas e dossiês;
  • Folhas A4 (pautadas, quadriculadas e de impressora);
  • Calculadoras simples;
  • Corretores;
  • Compassos
  • Outro material que tenham em casa, em bom estado, e que possa ser útil para as crianças/jovens.
A Campanha tem início no dia 31 de maio, véspera do Dia Mundial da Criança, e decorre durante a primeira quinzena de junho, no piso 2 da ESEP-Sede.

A Obra do Frei Gil é uma Instituição Particular de Solidariedade Social de natureza jurídica-religiosa e sem fins lucrativos, fundada em outubro de 1942 por Frei Gil Alferes. A obra nasceu com três crianças recolhidas na Casa de Cervães, em Braga, à qual o fundador apelidou de "Casa Mãe”, e que viria a desdobrar-se em 14 casas em Portugal e Angola num trabalho de promoção social e moral de crianças e jovens, através do seu acolhimento e educação.

Uma das Casas de Acolhimento Residencial localiza-se na freguesia de Ramalde e tem como missão promover o desenvolvimento integrado e humanizado das crianças e jovens, no sentido do exercício da sua plena cidadania, proporcionando-lhes estruturas de vida tão aproximadas quanto possível às das famílias com vista ao seu desenvolvimento físico, afetivo, social e intelectual e à sua inserção comunitária. 

Esta residência tem uma capacidade de acolhimento para 35 crianças/jovens, de ambos os sexos dos 0 aos 25 anos, com predominância para a faixa etária dos 11 aos 15 anos, privilegiando as de âmbito nacional e o concelho e área distrital do Porto. 


Gratos pela vossa inestimável colaboração,
O Grupo ESEP Solidária


« Voltar

Pesquisa
Quem é quem?
Use esta funcionalidade para encontrar informação de contacto sobre Docentes, Funcionários e Alunos.
Sondagem